20 fevereiro, 2012

Quer um visual feminino, glamouroso e que valorize suas formas? Aposte nos tecidos nobres e fluidos com brilho ou textura e arremate a sua produção com salto




VESTIDO Laís David (R$ 250),
CINTO 3:AM (R$ 429,30),
CARTEIRA Jorge Bischoff (R$ 399),
SANDÁLIAS Schutz (R$ 300)

VESTIDO Marisa (R$ 79,90),
CINTO Carol Arbex (R$ 167,20),
CARTEIRA C&A (R$ 69,90),
SANDÁLIAS Colcci (R$ 352)
BLUSA One Up (R$ 640),
CINTO Corello (R$ 49),
SAIA Ivone Penteado (R$ 480),
CARTEIRA Shoestock (R$ 269,90),
SANDÁLIAS Schutz (R$ 390)

VESTIDO Seiki (R$ 200)
CINTO Nova D (R$ 69,90)
CARTEIRA Arezzo (R$ 399,90)
SANDÁLIAS Banana Price (R$ 174)



18 fevereiro, 2012


Os anos 1980 estão de volta nas maquiagens. Mas não com os exageros da década. A tendência vem em uma releitura, com olhos esfumaçados e bem marcados contrastando com uma boca mais nude. “Se preferir, o olho pode vir mais discreto e os lábios mais evidentes”, explica o maquiador Altair Vigano, que também é hair stylist do Soho Jabaquara, em São Paulo.

Como estamos em clima de Copa do Mundo, Altair criou, uma maquiagem inspirada nas cores do Brasil. “É um make para ser usado durante o dia”, ressalta.

1) Primeiro, higienize a pele com um demaquilante ou adstringente para retirar qualquer impureza ou oleosidade.

2) Passe um corretivo – que seja um tom mais claro da sua pele – para esconder as “imperfeições” da face.

3) Em seguida, aplique a base – ou se preferir – um pancake – no tom da sua pele, na face e no pescoço. Caso queira descobrir qual a tonalidade exata, já que as bases mudam as numerações dependendo da marca, faça um teste passando uma pequena camada no seu punho, próximo da palma da sua mão.

4) Defina as sobrancelhas para realçar os olhos. No caso da Mônica Lopes, que posou para esta edição, Altair utilizou um lápis de cor marrom.

5) Nos olhos, use dois tons de verde (um mais claro e outro mais escuro). A sombra mais clara é aplicada do canto interno para o externo em toda a extensão da pálpebra.

6) A tonalidade mais escura é esfumaçada sobre a mais clara. Saiba que, em geral, tonalidades claras realçam os olhos e as escuras, diminuem. Se você quiser dar a sensação de que seu olho é menor, não esfumace.

7) Abaixo das sobrancelhas, use sombra iluminadora para realçar ainda mais o olhar.

8) Se tiver experiência, passe o lápis preto com um pincel do canto externo para o interno e esfumace. Existe um truque aí: para “diminuir” o olho, você deve aplicar o lápis do meio para a área externa. Se quiser aumentar, aplique lápis em todo o contorno do olho.


9) Passe também, com um pincel, o lápis preto na parte superior. Esfumace.

10) Aplique a máscara para cílios na cor preta. Se quiser dar mais volume a eles, Altair conta um segredinho: passe rímel incolor antes e, em seguida, a tonalidade desejada.

11) Na boca, opte por um lápis na cor da sua pele. Se quiser aumentar os lábios, o lápis deve ser marcado por fora. Para diminuir, aplique um pouco antes do contorno.

12) Passe um gloss cor de boca.

13) Nas bochechas, use um pó compacto mais escuro para afiná-las. Na chamada “zona T” – que abrange testa e nariz –, utilize um tom mais claro.

14) O blush, na cor pêssego, é aplicado dois dedos abaixo dos olhos e a dois dedos da lateral do nariz no sentido da orelha.

15) Para concluir a maquiagem e dar mais durabilidade ao make, borrife um spray de fixação.

16) Com este look, você vai estar mais do que preparada para entrar no clima da Copa do Mundo e dar sorte ao Brasil!

Fotos: Niels Andreas Glogowski




17 fevereiro, 2012
Oi gente,
Como muitos de vocês já sabem, fui passar a semana passada em Lavras Novas/MG.
Pra quem quer realmente descaçar lá é o lugar. É muito tranquilo e a paisagem e simplesmente maravilhosa, eu amei tudo,tudo,tudo.....
E aqui vão algumas fotos pra vocês.




Pai, mãe, muito obrigado por ter nos levado nesse lugar lindooo, AMO VOCÊS!
Hugo e Kate obrigado pela companhia super agradável.





Para deixar seu corpo alinhado nos passeios de fim de semana, escolha peças confortáveis, de tecidos leves e com um toque de cor ou detalhes chamativos na parte superior


BLAZER Renner (R$ 129),
VESTIDO Ágatha (R$ 439),
BOLSA 284 (R$ 179),
SANDÁLIAS Contramão (R$ 149)

*preços pesquisados em dezembro de 2011.


CAMISA Cléo Aidar (R$ 575,50)
REGATA Elements (R$ 130)
CINTO Collins (R$ 49,90)
SAIA Elements (R$ 170)
SANDÁLIAS Burana (R$ 208)

*preços pesquisados em julho de 2011.

VESTIDO Fillity (R$ 545),
BOLSA Swains (R$ 798),
SANDÁLIAS Carrano (R$ 250)

*Preços pesquisados em fevereiro de 2011
Reportagem visual Alaíde Navarro, Alessandra Camargo, Andréia Matos, Antonio Farias, Letícia Dias e Roze Souza




Como tirar a espinha do peixe da boca, onde apoiar os talheres depois da refeição... Mesmo quem costuma participar de jantares e eventos formais pode ter dúvidas sobre como se comportar à mesa. Siga as dicas abaixo e aprenda como agir nessas e em outras situações para se sentir tranquilo e confiante em qualquer ocasião!

  1. Antes de começar a refeição, apoie o guardanapo de pano sobre as pernas. “Já o de papel deve ficar ao lado do prato”, ensina a consultora de etiqueta Célia Leão.
  2. Coloque pequenas porções de comida no garfo.
  3. Coma devagar. Dê intervalos, apoie os talheres na borda do prato, converse e, depois, volte a comer.
  4. Lembre-se: nunca fale de boca cheia!
  5. Cuidado para não fazer barulho ao tomar líquidos, como café ou sopa. É muito feio!
  6. Jamais coloque os cotovelos sobre a mesa. “Apoie apenas os antebraços ou os punhos”, explica Célia.
  7. “Em festas com buffets, você pode repetir a comida sempre que quiser. Porém, em jantares formais, é preciso esperar que a anfitriã ofereça. E se ela não oferecer, não repita”, avisa a consultora.
  8. Caso você não goste do prato servido, seja discreto. Coma apenas o acompanhamento e deixe o restante.
  9. Utilize o prato grande para comer o couvert ou aperitivo. O pequeno deve ser usado apenas para colocar o pão.
  10. O que fazer com uma espinha de peixe ou caroço de azeitona? Tire da boca discretamente, com a ajuda do garfo.
  11.  Durante a refeição, antes de levar o copo ou a taça à boca, passe levemente o guardanapo nos lábios. Depois, tome o líquido devagar, em pequenos goles.
  12.  Nada de palitos. Se estiver muito incomodado com algum resíduo nos dentes, peça licença e vá ao banheiro para usar o fio dental.
  13.   Ao terminar, posicione os talheres com os cabos voltados para você. “Imagine que o prato seja um relógio. Os talheres ficam na posição seis e meia”, explica Célia.
  14. Não dá para segurar o espirro? Coloque a mão em concha sobre o nariz e os lábios e espirre sem fazer barulho, mantendo a boca fechada.
  15.  Caso precise ir ao banheiro durante o jantar, peça licença, discretamente, apenas à pessoa que estiver sentada ao seu lado.


Na hora de comer

- Espaguete: enrole a massa com o garfo e sobre uma colher. Comece pela borda do prato, para evitar uma garfada grande demais. E nunca corte o espaguete, é muito feio!
 
- Alcachofra: desfolhe-a com as mãos, mergulhe a parte carnuda no molho e leve à boca.

 - Frango: “Apenas o ‘frango à passarinho’ pode ser segurado com a mão. Quanto às demais preparações, coma sempre com garfo e faca”, alerta a consultora.

- Empadinhas e canapés: pegue-os com a mão e utilize um guardanapo ou um pratinho para aparar as migalhas que, com certeza, cairão.

       - Consomê: no início, tome com a ajuda de uma colher. Depois de esfriar, leve a xícara de consomê aos lábios para tomar o líquido.



Cada vez mais mulheres optam por interromper a menstruação. Veja o que os médicos dizem sobre essa decisão



Parar de menstruar pode ser positivo para pacientes que sofrem de cólicas muito intensas
Foto: Getty Images
Hoje, muitas mulheres estão optando por interromper a menstruação. Segundo um estudo realizado pela Universidade Estadual de Campinas, no interior paulista, 32,5% das mulheres gostariam de nunca mais menstruar e 40% sonham com uma simples trégua, ficando mais de um mês sem sangrar. "Essa não é uma tendência exatamente nova, mas agora a mulher se sente com mais liberdade de escolha", diz a psiquiatra Carmita Abdo, que é coordenadora do Instituto ProSex, do Hospital das Clínicas de São Paulo.

O assunto rende debates entre amigas e gera opiniões diferentes entre os próprios médicos. "Há dez anos, eu diria que suprimir a menstruação era ir contra um processo natural. Hoje, porém, os métodos estão bem mais seguros", afirma o ginecologista César Eduardo Fernandes, presidente da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo.

Afinal, menstruar pra quê?

A gente conhece esta história: todos os meses, o corpo da mulher se prepara para engravidar e, quando isso não acontece, o óvulo amadurecido é liberado junto com parte do endométrio, a parede uterina. Isso é um sinal de que o organismo feminino está saudável e que os hormônios estão cumprindo direito o seu papel. Ponto.

Para interromper o ciclo, os especialistas indicam anticoncepcionais já conhecidos. "A diferença é que a mulher continua utilizando o método sem os intervalos geralmente recomendados", explica o ginecologista Jarbas Magalhães, secretário da Comissão Nacional de Anticoncepção da Federação Brasileira de Associações de Ginecologia e Obstetrícia.

A maioria desses contraceptivos age de forma semelhante: trata-se de moléculas artificiais que agem como o estrogênio e o progestagênio, dois hormônios produzidos durante o ciclo menstrual. Ao simular essas duas substâncias, o remédio encena a fecundação que não ocorre. "O sangramento que as mulheres têm no intervalo da pílula é fruto apenas da falta do hormônio, e não uma menstruação legítima", esclarece a ginecologista Lucila Pires Evangelista, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Existem várias alternativas para deixar de menstruar, mas alguns médicos são contra qualquer uma delas em mulheres jovens e saudáveis. "Embora esses hormônios pareçam seguros, ainda não conhecemos os efeitos no corpo a longo prazo", argumenta o ginecologista Flávio Zucchi, do Hospital Santa Catarina, em São Paulo.

A turma de jaleco só concorda em um ponto: para algumas mulheres, parar de menstruar é essencial. "Indico para pacientes que sofrem com cólicas muito intensas e endometriose, quando o tecido que reveste o útero cresce demais", completa Zucchi.

Sem o sangramento periódico, a tensão pré-menstrual, a famosa TPM, é outra chateação que dá adeus - pelo menos temporariamente. "Em alguns casos graves, em que a sensibilidade fica muito exacerbada, a supressão da menstruação pode ser mais uma arma contra a TPM, mas não podemos fazer dela o único recurso possível", opina o psiquiatra Alexandre Saadeh, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Antes de tomar qualquer decisão, o mais importante é conversar com seu ginecologista. "É preciso avaliar o seu histórico e realizar uma bateria de exames, como o ultrassom transvaginal", recomenda o ginecologista Waldemir Rezende, do Hospital Santa Catarina. A supressão é - ou deveria ser - descartada para obesas, hipertensas e diabéticas descompensadas.

Depois de iniciado o tratamento, é importante ficar de olho no comportamento do organismo. "Até mesmo bons médicos se equivocam na escolha do método, e só o acompanhamento vai revelar se a opção foi certeira", diz César Eduardo Fernandes.

O anticoncepcional em adesivo não impede a menstruação
Foto: Getty Images

E a fertilidade?

Os efeitos de todos os anticoncepcionais são reversíveis. "Geralmente, indicamos que a paciente deixe de usar esses métodos três meses antes da fase em que deseja engravidar para que o útero, que estava descansando, se prepare para a gestação", explica Flávio Zucchi. Esse período de recuperação do sistema reprodutor varia de acordo com o tempo de ação de cada contraceptivo, que pode chegar a até 18 meses, no caso da injeção trimestral. Para Renate Michel, professora de psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, em Curitiba, a decisão de menstruar ou não precisa ser algo muito refletido. "A mulher deve se perguntar o real motivo desse desejo e decidir de maneira consciente", finaliza Renate.

Qual método eu posso usar?

Saiba mais sobre seis anticoncepcionais utilizados para brecar a menstruação e se eles realmente funcionam.

Adesivo
Não impede a menstruação, exceto quando a mulher não segue o período de uma semana de descanso.

Anel vaginal
É inserido pela própria mulher e dura 21 dias. Até três anéis consecutivos podem ser usados, resultando num período de 60 dias sem menstruar.

Injeção
Dura três meses, e 60% das mulheres que a utilizam não menstruam nesse período. Pode causar retenção de líquidos.

Implante
Trata-se de uma espécie de bastonete recheado de hormônios e que é inserido no braço. Tem validade de três anos, mas pode causar sangramentos indesejados.

Diu hormonal
O dispositivo intrauterino libera uma pequena dose hormonal todos os dias por cinco anos. Não impede a menstruação, mas diminui muito o fluxo.

Pílula
Para não menstruar, deve ser tomada sem o intervalo habitual e com alterações na carga dos hormônios.



Quem sou eu

Minha foto

 27 ANOS, MAQUIADORA, CASADA, BUSCANDO VIVER OS PRINCÍPIOS DE CRISTO.

Seguidores

Instagram

Instagram

Fan Page

Tecnologia do Blogger.

Postagens populares

Search

Carregando...